Muitos já me perguntaram e outros continuam a questionar: Mas por que Alemanha? Um país conhecido pela frieza das pessoas e um jeito de ser que vai em direção contrária ao que nós brasileiros estamos acostumados a viver diariamente. A princípio existem muito pontos que parecem negativos na cultura Alemã, mas ao abrir um pouco a cebeça e comecar a ouvir o porquê dessa maneira de agir e buscar compreender qual o motivo de cada um de seus costumes e gestos, vai perceber o quão rica é a cultura desse país e poderá aprender muito. Os valores por aqui são outros e o respeito ao próximo está acima de tudo. Foi morando aqui e aprendendo a língua que pude compreeder os costumes. A cada dia me impressiono mais!

São pequenos detalhes diários que deixam a vida um pouco mais agradável na Alemanha e não fria como diz o senso comum.

  • Combinado é combinado! Nós brasileiros estamos acostumados sempre a insistir no que queremos e sempre tentar convecer os demais de que estamos certos. Aqui as coisas funcionam um pouco diferente, não significa não e sim significa sim. Uma vez que a pessoa disse não, dificilmente ela vai mudar de idea. Assim funciona com o sim, se você disse que faria algo, eles vão esperar que você realmente faça e não vão te ligar um dia antes para confirmar ou te lembrar. Como minha mãe já dizia, COMBINADO é COMBINADO e não tem discussão. Pode parecer que eles são inflexíveis, mas  essa maneira de encarar a vida e os compromissos faz com que as coisas realmente aconteçam por aqui.
  • A roupa não te define! Uma das coisas que mais me agrada aqui é que ninguém, absolutamente ninguém te julga pela roupa que você está usando, pelo seu estilo, marca e quantas vezes você já saiu com aquele modelo. (Inclusive se foram 2 dias seguidos, hahahah, tópico para outro dia.) O que importa aqui é que tenha conseguido comprar a roupa por um bom preço e que ela  aqueça o suficiente, o estilo está em segundo plano.
  • Por favor e obrigado! Você se lembra que quando criança  te ensinaram a sempre pedir licença e a dizer obrigado? Pois é, o mínimo que devemos fazer. Mas aqui as palavras DankeBitte são mais que essenciais. Não agradecer é considerado tremenda falta de respeito.  Por favor aqui tem vários significados e palavras, por exemplo quando alguém te entrega ou oferece algo sempre dizem Bitte, que em português se assemelha ao com prazer, por favor, o que deseja?, ao seu agrado. Eu realmente adoro ir aos estabelecimentos e ouvir as pessoas dizendo: Bitte? Ok, sou meio suspeita, eu adoro ouvir alemão, até fiz uma lista de palavras que tem um som agradável 🙂 Ou seja, as pessoas são sempre educadas e não grosseiras.
  • Sinceros até demais! Os alemães não tem papas na língua, são extremamente verdadeiros, chegando até a machucar, as vezes. Se você reclama que foram grossos, dizem que somos muito sensíveis. Ao perguntar a opinião deles sobre algo tome cuidado, eles serão 100% verdadeiros e não irão buscar falar de uma forma amena. Para eles é normal, quando ouvem uma verdade não se chateiam como nós, entendem como um feedback e buscam melhorar. A sinceridade pode doer, mas pelo menos sempre sabemos em quem confiar e quem é amigo de verdade. Se alguém não gosta de você, iremos saber.
  • O meu espaço e o seu espaço! A diferença que mais se nota é a distância entre as pessoas em um primeiro momento. Começando pela maneira de comprimentar um desconhecido: dando as mãos. Entre amigos é comum dar um abraçinho, mas nada muito especial. O que eu notei é que aqui poucas pessoas tem apelido e não é tão comum chamar um conhecido pelo apelido, é preciso ser um pouco mais amigo. Motivo? Respeito é claro.

Termino meu post com uma foto minha sorrindo, sempre feliz por estar realizando meu sonho de aprender a língua alemã e diariamente buscando entender a cultura e manias daqui. Na foto estou em uma das minhas cidades favoritas na Alemanha, Dresden… em um lugar chamado Grosser Garten, cheio de árvores, flores lindas e um pequeno castelinho alemão.

Posso dizer que com certeza a Alemanha não é aquilo que todo mundo pensa, é MUITO MELHOR!!! Estou aprendendo e crescendo muito a cada dia 🙂 Beijos

Mas apesar de gostar tanto daqui: Morar na Europa não é um conto de fadas